Em um estudo fase III com 700 pacientes pós menopausadas portadoras de câncer da mama receptor hormonal positivo,HER2 negativo com doença recidivada ou metastática a adição do Ribociclib ao Letrozole aumentou a sobrevida livre de progressão.O Ribociclib foi associado com taxas mais altas de toxicidade grau 3 e 4(neutropenia,leucopenia e levação das transaminases)embora 90% das pacientes foram capazes de completar o tratamento.Pelo prolongamento na taxa de sobrevida livre de progressão com a adição do Ribociclib ao Letrozole,é indicado o uso desta combinação para pacientes com grande volume de doença e capazes de tolerar o aumento na toxicidade.