A aprovação foi baseada em estudo multicêntrico não randomizado com 210 pacientes portadores de linfoma de Hodgkin clássico.Os paciente apresentavam doença refratária ou recidivante após terem sido submetidas a tratamento com células tronco periféricas(129 pacientes)e/ou tratamento com brentuximab vedotin(175 pacientes)e que tenham sido submetidos a uma média de quatro ciclos de terapia sistêmica prévia(1 a 12 ciclos).Com um acompanhamento médio de 9,4 meses a taxa de resposta global foi de 69%.Isto Incluiu taxas de resposta parcial observadas em 47% dos pacientes e de resposta completa em 22%.A duração média estimada da resposta foi de 11,1 meses.