Nos pacientes com câncer da tireoide diferenciado(papilar e folicular)metastático que progridem apesar do tratamento tradicional,o tratamento com inibidores da cinase podem estabilizar a doença.Em um estudo internacional,randomizado,duplo cego,392 pacientes com câncer diferenciado da tireoide com doença em progressão devido a refratoriedade ao tratamento com o radioiodo foram randomizados em dois grupos.Um graupo foi submetido a tratamento com o lenvatinib e o outro grupo com placebo.A sobrevida média livre de progressão foi de 18,3 meses no grupo tratado com o lenvatinib e no graupo que usou placebo foi de 3,6 meses.A taxa de resposta foi de 64,8% no grupo tratado com o lenvatinib e de 1,5% no grupo com placebo.