O irinotecano lipossomal é uma preparação encapsulada nanolipossomal que permite ao irinotecano permanecer na circulação por um tempo mais longo comparado ao irinotecano standard,o que eleva a concentração da droga dentro das células tumorais aumentando a conversão do irinotecano na sua forma ativa o SN38 e consequentemente sua eficácia.O estudo fase III internacional NAPOLI-1 randomizado recrutou 417 pacientes com câncer do pâncreas avançado ou metastático e resistente ao tratamento com a gencitabina.Em um dos braços terapêuticos(denominado de braço controle)os pacientes foram submetidos ao tratamento com a associação do 5-fluorouração com o ácido fólico em administrações semanais, num segundo braço terapêutico os pacientes foram submetidos ao tratamento com o irinotecano lipossomal como droga única a cada duas semanas e no terceiro braço terapêutico os pacientes foram tratados com a associação do irinotecano lipossomal,5-fluorouracil e o leucovorin também a cada duas semanas.A sobrevida global,o endpoint principal,foi mais longa com a terapia em combinação(média de 6,1 meses versus 4,2 meses),assim como a sobrevida livre de progressão(3,1 meses versus 1,5 meses).A toxicidade grau 3 ou maior como neutropenia,fadiga,diarreia e vômito foi mais comumente relatada pelos pacientes que fizeram uso do irinitecano associado ao 5-fluorouracil e ao leucovorin.Baseado nestes resultados,o irinotecano lipossomal foi aprovado em combinação com o 5-fluorouracil e com o leucovorin para pacientes com câncer do pâncreas avançado ou metastático resistente ao tratamento com associações que tenham como droga base a gencitabina.