Terapia de diferenciação biológica com o ácido cis-retinoico tem sido a espinha dorsal do tratamento de manutenção do neuroblastoma de alto risco,um tumor que aparece preferencialmente em crianças.Um novo procedimento terapêutico é a imunoterapia alvo orientada contra um antígeno tumor-associado o disialoganglioside GD2,que se exprime uniformemente nos neuroblastomas.A adição da imunoterapia com o anticorpo quimérico anti-GD2 o dinutuximab associado ao fator de crescimento de colônias de macrófagos e granulócitos(GM-CSF) e associado à interleucina-2 e também associado ao ácido cis-retinoico,demonstrou uma significativa melhora da sobrevida livre de eventos e da sobrevida global em comparação com o ácido cis-retinoico isolada em um ensaio clínico randomizado.Como resultado destes achados,o dinutuximab foi aprovado pelo FDA em associação com o GM-CSF,interleucina 2 e o ácido cis-retinoico para o tratamento de crianças portadoras de neuroblastoma de alto risco que obtêm uma resposta pelo menos parcial à terapia inicial com múltiplas drogas.